segunda-feira, 18 de abril de 2011

Dicas para Cosplayers

Em primeiro lugar para começar qualquer cosplay, você deve escolher personagem.


Este processo merece total atenção, pois é o fator mais relevante para que o trabalho final apresente um bom resultado, escolha o personagem que você mais se identifica

A palavra “Cosplay” vem da contração das palavras em inglês “Costume” (Roupa, Figurino) e Play (interpretar, representar), logo, fazer cosplay é caracterizar o personagem fisicamente (Através do figurino) e socialmente (Através da interpretação), a partir dai podemos ver a diferença entre cosplay e as tradicionais fantasias, exemplo: Fantasia de Pirata (Generica, apenas vestindo a roupa, de um personagem em especial ou não) – Cosplay de Monkey D. Ruffy (Figurino e interpretação do personagem Ruffy do anime One Piece). Partindo deste principio, vamos analisar pontos especificos para nos ajudar na decisão.



Identificação Fisica: Se você é parecido com o personagem fisicamente (Cabelo, altura, peso, cor da pele, olhos, etc) ja é um bom começo. Isso não quer dizer que se o personagem não for parecido com você o cosplay não vai ficar bom, mas quanto mais parecido ele for, mais facil (e mais barato) vai ser para fazer, porém, vale lembrar que hoje em dia existem vários itens que podem nos ajudar, como perucas, lentes de contato, maquiagens e afins.



Identificação Psicologica: Ser parecido psicologicamente com o personagem é, pelo menos ao meu ver, o item mais importante na hora de escolhe-lo. Se você compreende o personagem, tem hábitos parecidos com os dele, se identifica com ele por qualquer motivo que seja e sente afinidade por ele, você com certeza se dara bem neste projeto.



O Figurino: O que marca cada personagem é a roupa que ele usa, este item é primordial em qualquer cosplay, logo, leve em consideração como você vai se sentir na roupa do personagem, qual será sua mobilidade dentro dela, custos para o desenvolvimento da mesma e possibilidade de fidelização ao original.



Desafio: Para quem esta começando agora, o ideal é escolher personagens com cosplays não muito complexos, para que a partir dele possa ir evoluindo. Com o tempo vem a pratica, e isso leva muitos cosplayers experientes a escolherem personagens de dificilima caracterização e/ou interpretação. Analise bem as suas atuais capacidades para não se frustrar.



Em Grupos: Sempre é mais legal fazer cosplay com um grupo de amigos (ou acabar se juntando a um grupo nos dias de eventos), o cosplay é um facilitador para quem quer conhecer novas pessoas com os mesmos gostos, ou passar o dia do evento com seus amigos interpretando seus personagens favoritos



Fazendo a apresentação: Sem duvida você já imaginou aquele personagem fazendo alguma coisa que nunca apareceu no anime, ou tem aquela cena que é tão legal, mas tão legal, que você se ve dentro dela. O Cosplay pode fazer isso se tornar real, dar vida ao personagem é extremamente prazeroso, tanto para quem faz cosplay, como para quem assiste. Este fator pode fazer toda a diferença na hora da sua escolha.



Quanto mais pontos positivos dentre essas questões você tiver, maior chances o cosplay terá de dar certo, porém, não se limite a isso, lembre-se que cosplay é feito para diversão. Coloque em uma lista os possiveis personagens, analise os pontos acima e então decida qual é o melhor.
Não deixe de pedir opnião aos amigos.

Seguidores

Google+ Badge

Postagens populares

Prestação de serviço

  • "TAMBÉM PODERÁ GOSTAR DE:"